FACETAS!
Somos únicos.
Somos múltiplos.

By Moacir Rauber
Skip to main content

Seja Feliz!

Em 2018:

Desejo que você abrace porque você quer abraçar. O abraço é uma demonstração de carinho para quem tem carinho para dar.

Desejo que você beije porque você quer beijar. O beijo é um ato de afeto para quem tem afeto para dar.

Desejo que você sorria porque quer sorrir. O sorriso é uma expressão de amabilidade para quem tem amabilidade para dar.

Desejo que você ame porque quer amar. O amor é um sentimento construído dia a dia como resultado do carinho, do afeto e da amabilidade existente nas escolhas individuais. E o amor traz Felicidade!

Assim, desejo que você possa ser autenticamente Feliz no Natal e em todo o Ano Novo!

 

Que em 2017 o AMOR seja inevitável!

Desejo que em 2017 o AMOR seja inevitável!

Olhar para trás é um bom começo para voltar atrás. Voltar atrás pode ser uma oportunidade para desistir, mudar de direção ou pegar impulso para seguir em frente. Voltar atrás pode simplesmente revelar o AMOR!

Desistir consiste no ato de abandonar uma ideia, um projeto ou mesmo uma relação. Desistir é a atitude de jogar a toalha frente às dificuldades e abster-se da luta. Isso é fácil, qualquer um pode fazer. Nesse caso, desistir é o desamor para consigo e para com os outros. Porém, desistir pode ser positivo! Como? Sim, isso mesmo, porque o desistir também pode ser um ato de sabedoria, de discernimento e de renovação para seguir em frente. Desistir de uma ideia que nos leva para onde não queremos ir: é preciso ter sabedoria para abandoná-la. Desistir de um projeto que nos prejudica: exige-se discernimento para pará-lo. Desistir de uma relação familiar, de trabalho ou de amizade que causa dor e sofrimento: é imprescindível que haja renovação para reconstruí-la ou largá-la.

Voltar atrás consiste em reconhecer as falhas numa ideia, num projeto ou numa relação. Voltar atrás exige a força do caráter, a humildade e o afeto para fazê-lo e seguir em frente. Voltar atrás é o amor para consigo e para com os outros. Voltar atrás para seguir em frente? Exatamente! Voltar atrás nas ideias fixas que geram preconceito: é preciso a força de vontade do bom caráter para mudar para melhor. Voltar atrás em projetos mal elaborados: exige-se a humildade para reconhecer que pode ser mais bem feito. Voltar atrás numa relação familiar, de trabalho ou de amizade: é imprescindível que se tenha afeto para com aqueles com quem se discorda para construir uma relação saudável.

Voltar atrás pode ser um ato de sabedoria, de discernimento, de renovação, de caráter, de humildade e de afeto. O ano já começou, VOLTE ATRÁS e DESISTA das coisas certas para fazer a coisa certa, porque assim o AMOR é inevitável. E com o impulso do AMOR é só SEGUIR EM FRENTE!

Um ano com muito AMOR!

remar_23