FACETAS!
Somos únicos.
Somos múltiplos.

By Moacir Rauber
Skip to main content

E se o LADRÃO for você?

Imagem inline 1

A MOTIVAÇÃO É UMA DECISÃO. A SUPERAÇÃO É UMA AÇÃO. 

AS DUAS SÃO ESCOLHAS. SÃO MARCAS DO SER HUMANO. DEPENDE DE CADA UM.

Liberte o que há de melhor em VOCÊ!

As palestras partem do pressuposto de que há uma grande diferença entre o que se faz e o que realmente se pode fazer. E isso se aplica a todas as pessoas que trabalham numa organização. Por isso a pergunta: você é e faz tudo o que é possível ser e fazer? Quando a diferença entre o que se é e o que se faz é muito grande existe um ladrão. E ele pode ser você! O ladrão é um autossabotador, muitas vezes levando as pessoas para a competição, deixandoas menos competitivas. Porém, o inimigo não está lá fora. Ele está dentro de cada um.

As reflexões se aplicam àquilo que ocorre em ambiente organizacional: (1) o que acontece nas relações quando as pessoas se autossabotam? (2) Quais os resultados para uma equipe de trabalho quando há um ladrão? (3) Qual a influência de um ladrão na organização? (4) E quando o ladrão é você?(5) Como prender o ladrão?

Não é uma palestra de motivação ou de superação. Tratase de uma reflexão que pode inspirar as pessoas a que sejam melhores, mais produtivas, mais inovadoras e mais competitivas. Entendese que cada um é dono das escolhas que o levam a construir a própria história. Motivação e Superação? Muito simples. Uma é a decisão. A outra é a ação. SÃO MARCAS DO SER HUMANO! Todas são escolhas. Depende de cada um e a organização pode contribuir.

DESENVOLVIMENTO DE:

Competências Relacionais: confiança, autenticidade, domínio próprio.

Competências de Desempenho: produtividade, competitividade, resultado, aprendizagem, inovação, excelência, espírito de equipe, resiliência.

Competências de Conduta: ética, propósito, liberdade, flexibilidade, autonomia, respeito.

APLICAÇÕES E USOS

A linguagem usada na palestra pode ser dirigida para diferentes aplicações e usos, cabendo ao interessado definir a necessidade do seu público:

§  SUPERAÇÃO & MOTIVAÇÃO: As marcas do Ser Humano!

§  VENDAS: Você ainda está vendendo? Mova pessoas…

§  INCLUSÃO E DIVERSIDADE: É preciso eliminar a deficiência!

§  SIPAT: Motivação para um comportamento seguro: quanto vale a segurança para você?

§ EMPREENDEDORISMO: Para onde olhar? Seja um InPrendedor.

METODOLOGIA

Usa-se o conhecimento acadêmico fundamentados nos estudos de Inteligência Emocional e Psicologia Positiva, a vivência profissional e pessoal, aliados com a metodologia Storytelling e a abordagem de Coaching para criar uma conexão com os participantes, transmitindo a essência da mensagem. 

MOACIR RAUBER acredita que tem “MUITAS RAZÕES PARA VIVER BEM!” porque “ENTUSIASMO É UMA ESCOLHA INDIVIDUAL”. Também considera que a “DISCIPLINA É A LIBERDADE” que lhe permite fazer escolhas conscientes, levando-o a viver de forma a “FAZER TUDO QUE POSSA COMPARTILHAR COM OS PAIS E QUE TENHA ORGULHO DE CONTAR PARA OS FILHOS”.

Tem doutorado em Ciências Empresariais, Mestrados em Gestão de Recursos Humanos pela UMinho – Portugal e em Engenharia de Produção pela UFSC, MBA em Marketing, além de larga formação complementar.

Tem formação internacional em Coaching Executivo Organizacional reconhecido pela FIACE, ICC e EMCC. Tem experiência profissional nas áreas Administrativa, Secretariado, Gestão de Recursos Humanos, Vendas e Planejamento Estratégico. Também foi professor universitário no Paraná e em Santa Catarina e atualmente trabalha como Coach, Palestrante e Escritor.

Foi remador da Seleção Brasileira entre os anos de 2004 e 2008 e ainda hoje segue praticando o remo como lazer. Também faz trabalhos voluntários em instituições que desenvolvem projetos de inclusão social.

Autor dos Livros:

§  Olhe mais uma vez! Em cada situação novas oportunidades (2010).

§  Perguntar não ofende… Uma abordagem de coaching para o profissional de Secretariado (2013).

§  Superação, a marca do Ser Humano! (2013).

§  Ladrão de si mesmo (2016).

§  No reino de logo ali ao lado (2017).

§  Para onde olhar? Seja um InPrendedor. Transforme-se num Empreendedor! (2018, in-press).

Quanto vale a segurança para você?

O meu amigo encostou a motocicleta próxima à bomba para abastecer e logo chamou a atenção do frentista que exclamou:

– Uau, quantas cilindradas?

– Essa moto tem 1300cc. Voltei agora de um passeio e coloquei a bichinha a 180km/h… Respondeu o orgulhoso dono da moto.

Em seguida, ele subiu na moto e foi para casa onde foi recebido pela esposa e pelos filhos. Eles estavam felizes por verem o pai chegar são e salvo em casa. Ele, como pai e esposo carinhoso, abraçou os filhos e a esposa dizendo quanto os amava. No dia seguinte o meu amigo foi cedo para a obra para mais uma semana de trabalho. No próximo final de semana ele e os amigos motociclistas tinham mais uma aventura planejada. Mal e mal podia esperar.

O que isso tem a ver com a segurança e a motivação no ambiente de trabalho? Tem tudo a ver. Falar sobre segurança e motivação pode parecer díspar, ainda mais iniciando com um fato que ocorreu fora do ambiente de trabalho, porém não é. Para se promover a segurança deve-se ter motivação para se preocupar com a segurança individual em todos os ambientes pelos quais se circula, assim como daqueles que estão a sua volta. No trabalho, o meu amigo era um mestre de obras produtivo e comprometido, além disso, era o responsável pelos procedimentos de segurança e pelo uso dos Equipamentos de Proteção Individual por todos os colaboradores daquela obra. Ele era intransigente com a construtora para que fornecesse os equipamentos e exigia da mesma forma que os colaboradores os usassem. Não se via nenhum pedreiro, auxiliar ou mesmo visitas no canteiro de obras sem o uso dos devidos equipamentos. Eram os capacetes, as luvas, as botinas, os protetores de ouvido ou as viseiras. E ele era o primeiro a cumprir com todos os procedimentos. Naquela semana o meu amigo esteve mais ativo do que nunca. Chegou o final de semana. O meu amigo e o seu grupo saíram para mais um domingo de aventura. O final de tarde chegou. O meu amigo não parou no posto para abastecer a sua moto. O meu amigo também não apareceu em casa para abraçar a esposa e os filhos. O meu amigo havia perdido o controle da sua moto e nunca mais pilotaria por estas paragens. Encontraram-no na segunda-feira com a sua moto que marcava 180km/h no velocímetro. O seu comportamento o levou de nós. Ele roubou de si a vida e da sua família, dos seus amigos e da sua organização ele roubou a possiblidade de tê-lo presente. O meu amigo faz muita falta.

Hoje, pode-se constatar que a evolução em aspectos técnológicos para a segurança tem sido espantosa. Ambientes de trabalho mais seguros e ergonomicamente pensados, além de legislação para garantir a segurança. Contudo, tem algo que não acompanhou a evolução da tecnologia da segurança: o comportamento. Não é porque se tem veículos e motocicletas que oferecem equipamentos de segurança como cintos, airbags, capacetes, joelheiras entre outros que se pode conduzir fora dos limites de segurança. Não é porque se tem um capacete na cabeça e uma botina no pé que alguém pode se meter debaixo de uma viga que cai. Comportamento seguro no ambiente de trabalho e fora dele, é uma verdadeira demonstração de amor para consigo e para com aqueles que se ama. E todos nós somos seres que amamos e somos amados, mas muitos de nós não nos comportamos como tal. O relato acima é um exemplo disso. Não se questionam os sentimentos dele para com a esposa, os filhos e os amigos, mas o comportamento exibido. Quando se adota um comportamento inseguro no ambiente de trabalho ou fora dele, assumem-se os riscos decorrentes dele. Não há nada que façamos que tenha reflexo apenas sobre nós. Não somos ilhas.

Por isso as perguntas: Quanto vale a segurança para você? Qual a sua motivação? Quanto vale estar com aqueles que você diz amar?

Quanto vale a segurança para você?

Quanto vale a segurança para você?

Motivação para o comportamento seguro

Quanto vale a segurança pra você? Motivação para o comportamento seguro

Aplicação:
Palestra dirigida para eventos SIPAT destacando a importância de que nós devemos adotar um comportamento seguro para que possamos desfrutar da vida em sua plenitude.

Objetivos:

  • Desenvolver as competências esperadas para alcançar os resultados esperados, considerando um comportamento seguro.
  • Mostrar aos participantes que as oportunidades existem e que as pessoas dependem de competências para vê-las, entendê-las e aproveitá-las com segurança.
  • Relacionar o tema da competitividade e da superação com os resultados individuais e organizacionais num ambiente seguro.
  • Entender que cada um é feito de histórias.

Questões fundamentais:

  • Quanto vale a segurança pra você?
  • Você tem medo ou preguiça de adotar um comportamento seguro?
  • Quanto vale chegar bem em casa e estar bem no trabalho pra você?
  • Você é vítima ou protagonista do seu comportamento?
  • Qual o final da sua história que você quer contar?

Moacir Rauber

Fone: 48 99857 8451

Blog: www.facetas.com.br

E-mail: [email protected]

Home: www.olhemaisumavez.com.br