Você é imparcial?

Tenho lido e ouvido sobre a falta de imparcialidade da imprensa, com a qual concordo plenamente. 


Mais, pergunto: quem é imparcial? Eu não sou. Você não é. A imprensa também não é e nem deve ser. Uma revista ligada a uma religião é imparcial? Uma publicação de um sindicato é imparcial? Os jornais diários são imparciais? Não são, assim como o poder executivo não é. O judiciário, que deveria ser, e o legislativo também não o são, porque até a opção de não se tomar partido representa uma parcialidade. 

Por isso, prefiro que se fale as claras e em nome de quem se está falando do que essa falsa mania adotada por pseudo intelectuais que se travestem de imparcialidade para denotar até certa ideia de neutralidade. Nem um nem outro existem. Não se é imparcial e tampouco se é neutro. A menos que já se tenha ido desta para uma melhor…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *