De que lado você está 2?

Na semana passada acompanhava o encerramento de um projeto com duração prevista de seis meses. O comentário entre os contratados revelava o desejo de que ele se estendesse, entretanto não havia a menor esperança de que isso fosse ocorrer. O projeto seria concluído e todos seriam desligados conforme o contrato inicial. Faltando ainda duas semanas para o término do prazo, a gerente que também era temporária, confirmou a informação enviando uma mensagem para todos os membros da equipe. Por um lado, a tristeza se manifestou entre eles. Trocaram e-mails e mensagens de pesar. Mas por outro lado, a alegria de ter compartilhado uma experiência única e enriquecedora ao poder participar do desenvolvimento de um projeto que resultaria num produto que beneficiaria muitas pessoas era muito maior. E o profissionalismo daquelas pessoas se manifestou espontaneamente. Um dos integrantes sugeriu:
– Olha, talvez nós poderíamos revisar o trabalho antes de entregar, porque devem ter muitos pequenos erros no material. Acredito que tenhamos tempo para isso…

A sugestão logo contou com o apoio dos demais entusiasmados integrantes daquele grupo de trabalho temporário. Pessoas que se envolveram e se comprometeram com a qualidade do produto a ser entregue naquele projeto com início, meio e fim.
– Sim, acredito que erramos muito no início, porque ainda não conhecíamos bem a ferramenta e a forma de fazer. O que vocês acham de nós acelerarmos um pouco a produção nesses dias que nos restam e deixarmos os últimos dois dias somente para a revisão?

Dito e feito. Todos, exatamente todos os colaboradores temporários do projeto concordaram e se comprometeram a revisar o material que seria entregue. Não tinham obrigação nenhuma de fazê-lo. Não havia a previsão de prêmio ou punição para entregar um trabalho com mais ou menos qualidade naquele momento. Porém, havia o compromisso ético e moral de cada um dos indivíduos com aquilo que entregariam. Indivíduos honestos criam uma equipe honesta. Uma equipe honesta resulta numa organização honesta. E assim sucessivamente… Mais uma vez, é uma questão de escolha.

De que lado você está?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *