O porco…

Um homem estava dirigindo tranquilamente por uma rodovia. 
Uma mulher estava dirigindo em sentido contrário na mesma rodovia.
No momento em que eles cruzaram pela rodovia, a mulher esticou a cabeça para fora do seu carro e gritou:
– … Porco!
O homem se irritou e respondeu com outro grito:
– Cadela!
Cada um seguiu o seu caminho. O homem fez a próxima curva da rodovia, atropelou um porco enorme que estava no meio da rodovia e morreu…

Fatos, julgamentos, percepções e interpretações.
Nem sempre o que parece é.
Nem sempre o que é parece. 

Usar as percepções, fazer interpretações e transformar julgamentos em fatos podem levar a equívocos.





Extraída do livro: Plato and Platypus walk into a Bar… Understanding Philosophy – through jokes (Thomas Cathcart & Daniel Klein)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *