É de graça…

O turista se aproxima do taxista e pergunta:

– Quanto custa a corrida para me levar até o aeroporto?

–  São R$ 35,00… responde o taxista.

– E quanto custa para levar a bagagem?

– Ah, a bagagem é de graça.

– Então tá… Por favor, leve a bagagem que eu vou a pé.

As perguntas podem ser capciosas, mas dependem exclusivamente da intenção de quem a faz.

Seja autêntico! Pergunte para aprender, para ensinar e para fazer fluir!


Olhe mais uma vez e você verá que na compra dos livros:
  • Perguntar não ofende… 
  • Olhe mais uma vez! Em cada situação novas oportunidades 


http://www.olhemaisumavez.com.br/index.php/loja


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *