Para onde eu vou?

“A ideia é essa: quando as pessoas se concentram no que elas precisam para chegar ao próximo estágio de suas carreiras, ficam menos defensivas. Isso é muito hábil: concentrar-se no que você precisa mudar para conquistar objetivos pessoais futuros pode ser muito mais edificante do que voltar atrás e revisar contrariedades ou considerar áreas de fraqueza.”

Jeffrey Pfeffer (Poder. Por que alguns têm?, 2013)

A abordagem do livro é sensacional!!! Essa frase em si é muito bacana!!! 

Não quer dizer esquecer o passado ou não conhecer as próprias fraquezas, mas entender e aprender com elas para poder mudar o futuro. De onde vim não há o que mudar. Para onde vou tenho como decidir. Por isso, comportamentos e habilidades podem ser aperfeiçoadas para que se chegue aonde se quer chegar. Se você já chegou lá, parabéns! Vá para o nível seguinte (com Deus, talvez…). Se você ainda está no caminho, aproveite que aprender é prazeroso. 

Para onde eu quero ir? Eis a questão…

Publicado por

Moacir Rauber

Moacir Rauber acredita que tem "MUITAS RAZÕES PARA VIVER BEM!" porque "MELANCOLIA NÃO DÁ IBOPE". Também considera que a "DISCIPLINA É A LIBERDADE" que lhe permite fazer escolhas conscientes, levando-o a viver de forma a "QUE POSSA COMPARTILHAR TUDO COM OS PAIS E QUE TENHA ORGULHO DE CONTAR PARA OS FILHOS".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *