Você tem vencido as discussões?

Nas nossas relações recebe destaque a capacidade de articular, de conversar e de respeitar para que se tenha um ambiente positivo e humano. Para desenvolvermos tais percepções, é necessário termos a flexibilidade mental para poder ouvir, escutar e processar querendo realmente entender o ponto de vista daquele com quem se conversa. Devemos ter a humildade para saber que se é possível estarmos errados quando todos estão de acordo, a probabilidade é ainda maior quando as opiniões divergem. Se é possível pensar o contrário, também é possível que a solução seja contrária àquilo que inicialmente se imagina (Rauber, 2010). Descobrimos isso somente quando se tem boa habilidade para conversar, mas principalmente quando sabemos escutar.
Destacamos aqui a importância de entendermos que não se conversa para vencer, mas sim para construir. Assim, não há necessidade de desenvolvermos o sentimento de estarmos enfrentando alguém, mas sim de compartilhamento com uma pessoa que naquela organização tem objetivos comuns. Não há partes contrárias. Há um todo do qual somos partes constitutivas e colaborativas.

Como são as suas conversas? Você “vence” muitas discussões? Cuidado, você pode estar perdendo uma chance…


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *