Você vai para o céu!!!


Estava a espera de minha carona para um evento. A pessoa que me viera buscar já passara duas vezes à minha frente e não me vira. Agora já me posicionava quase no meio da rua para que ela me visse. Telefono para ela que finalmente me vê. Rapidamente ela encosta o carro ao meu lado. Nesse exato momento também se aproxima de mim um senhor com seus mais de oitenta anos com quem já trocara palavras em outros dias que o vira por ali. Nós nos cumprimentamos e ele pergunta:
– Você quer ajuda?
– Não, não, obrigado…
Logo eu aponto para a motorista que estava desembarcando do carro e digo:
– Ela vai ajudar-me a carregar a minha cadeira de rodas…
Surge um brilho nos olhos daquele senhorzinho ao ver aquela mulher jovem e bonita que se aproxima de mim e saúda-me com um beijo na face. Ele exclama:
– A senhora vai para o céu!… Diz ele todo entusiasmado.
Nós nos entreolhamos sem saber exatamente o que pensar daquela fala. Ela, porém, responde:
– Que bom! Mas por que é que o senhor acha que eu vou para o céu?
– Mas ele não é seu marido?
– Não, ele não é meu marido. Nós somos amigos.
– Daí mesmo que a senhora vai para o céu… respondeu ele rapidamente.
Entretanto, pareceu-nos ver em seus olhos que agora ele estava um pouco baralhado, porque afinal talvez ela não fosse para o céu, deveria ter pensado. Ela não era casada com ele… Coitado. Deve continuar sozinho. Bom, uma mulher para se casar com um usuário de cadeira de rodas deve ser muito caridosa e são poucas as pessoas assim hoje em dia… e por aí afora devem ter ido os pensamentos daquele senhor. Imagine o dia que ele souber que sou casado há quase vinte anos e conhecer a minha esposa. Ela terá a aura de um anjo…


Acho que ele tem razão…

Porém, vale lembrar que você pode ir ao céu ou ao inferno com ou sem um usuário de cadeira de rodas na sua vida. Isso depende das escolhas de cada um!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *