Angústia e gratidão

Vivemos um tempo de secreta angústia: a gratidão é quase só falada  e quase nada vivida. Ela, a angústia, precisa ser notada e transformada para ser vivida em gratidão.

Parafraseado e baseado em Zygmunt Bauman

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *