Decisão e ação: sem milagres

Não há como motivar o outro. 
Cada um tem a autonomia para estar motivado ou não.  
Cada um pode escolher o valor que dá ao seu dia no momento em que acorda, na forma como se olha no espelho enquanto escova os dentes. 
Cada um é dono das suas decisões que o levam a realizar as pequenas atividades ordinárias que produzem resultados extraordinários. 
É assim que a motivação e a superação funcionam. 
A primeira é a decisão. 
A segunda é a ação. 
Não há milagre nisso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *