Tecnologia segura, comportamento temerário

Moacir Rauber

Ao acompanhar uma questão na internet sobre a transmissão do vírus da AIDS, li um comentário do pesquisador Edward Green que diz, “quando alguém usa uma tecnologia de redução de risco, frequentemente, perde o benefício correndo mais riscos do que aquele que não a usa”. A expressão se refere ao uso da camisinha ou do novo medicamento que previne, em parte, o contágio pelo vírus da AIDS. Acredito que se possa fazer um paralelo com a fala do pesquisador usando o mesmo princípio em ambiente organizacional ou doméstico quanto ao uso de tecnologias que nos protegem. O fato de usá-las pode nos dar a falsa impressão de sermos super homens, fazendo com que percamos o benefício do seu uso.
Explico. Em tempos passados os carros não tinham cinto de segurança ou mesmo quando tinham nem sempre eram utilizados. Neste caso, dirigir a 60 ou 80km por hora poderia ser tão seguro ou inseguro quanto dirigir a 140km usando o cinto de segurança. Não é a a tecnologia isoladamente que aumenta a segurança, mas o seu uso aliado ao comportamento. A mesma ideia se aplica ao uso de capacetes e a condução de bicicletas e motocicletas. Os filtros solares, como nós os conhecemos, começaram a ser desenvolvidos durante a Segunda Guerra Mundial. Hoje grande parte da população não sai de suas casas sem antes usar um filtro solar adequado ao ambiente que se irá frequentar. Tem-se protetor de pele até para ficar em frente ao computador. Mas e antes de sua existência, como se fazia? Adotava-se o comportamento seguro. As pessoas usavam camisas de manga longa mesmo num dia de sol. Não porque gostassem, mas porque havia uma sabedoria popular que indicava que o uso de proteção era importante. Era o comportamento seguro.
Entendo que a tecnologia tem se desenvolvido rapidamente para nos oferecer mais segurança nos diferentes ambientes em que convivemos, desde que o nosso comportamento não seja temerário. Por isso, a ideia é que nos beneficiemos do desenvolvimento da tecnolgia para a redução de risco por meio da manutenção de princípios de comportamento seguro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *