Amor líquido

Não se deixe apanhar. Evite abraços muito apertados. Lembre-se de que, quanto mais profundas e densas as suas ligações, compromissos e engajamentos, maiores os seus riscos (Zygmunt Bauman – Amor Líquido). Hoje, quase todos preferem as mensagens no celular. Elas não têm cheiro, não te abraçam, não criam responsabilidades, não exigem compromissos e sempre é possível dizer que acabou a bateria ou simplesmente desligar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *