Skip to main content


Facetas!


Somos Únicos.
Somos Múltiplos.
By Moacir Rauber

E você continua a correr atrás?

O restaurante do hotel estava vazio e prestes a fechar. Mesmo assim, entrei e logo encontrei o chefe de cozinha que circulava pela área dos clientes. Perguntei se ainda poderiam me atender e, meio me desculpando, disse:

– Caramba, estou chegando meio atrasadão…

Ele abriu um sorriso e confirmou que estava tudo certo. Serviriam o almoço com o maior prazer. Enquanto eu olhava o cardápio entabulamos uma conversa que me marcou, porque ele disse:

– Olha, tem duas expressões que peço para o meu filho não usar: a primeira é para ele não dizer que está atrasado. E a segunda que não quero que ele use é, “vou correr atrás”.

Fiquei um pouco sem entender, mas em seguida ele explicou:

– Só está atrasado quem corre atrás. Não é verdade? Se você sempre está correndo atrás você está atrasado…

A conversa continuou e para mim foi mais uma amostra da sabedoria e das crenças presente nos ditados populares. Muitas delas nos impulsionam e outras, inconscientemente, podem nos limitar.

Nunca havia pensado sob a perspectiva de que correr atrás poderia trazer em si negatividade. Sempre a havia interpretado pela ótica da positividade de alguém que está em movimento buscando os seus caminhos. Porém, ao acreditar que as palavras têm sentido e que podem criar uma realidade a interpretação dada pelo chefe de cozinha é sensacional. A partir do momento em que eu admito estar correndo atrás, internalizo que não tenho aquilo que preciso. E, talvez, com isso eu esteja atrasado.

Usando esse raciocínio para a realidade individual no trabalho, na carreira e na vida, pode-se fazer alguns paralelos. No trabalho, o colaborador que está sempre correndo atrás é porque não tem conseguido ser competitivo o bastante para entregar as competências que dele eram esperadas. Falta-lhe competência para antecipar soluções que evitem problemas, portanto, está atrasado. Na carreira, na atual conjuntura que nos permite escolher diferentes caminhos ao longo da jornada, aquele que está correndo atrás não consegue identificar as tendências que podem lhe indicar as melhores escolhas. Falta-lhe a compreensão do cenário em que vive, desse modo, está atrasado. Na vida, aquele que precisa correr atrás está atrasado, porque ainda não entendeu que a vida não é uma competição e que basta estabelecer um ritmo constante de desenvolvimento pessoal para sempre estar onde se deveria estar. Não se trata de correr na frente, porque ao entender que não se precisa estar em competição não há sentido em correr atrás ou na frente de algo ou de alguém. Basta ser competitivo para tirar o melhor de dentro de si, não sendo mais necessário correr atrás e, por isso, não se pode estar atrasado. O importante é estar em movimento para antecipar soluções e fazer as melhores escolhas no trabalho, na carreira e na vida. Afinal, você está onde escolheu estar.

Enfim, o entendimento do chefe de cozinha sobre aquilo que está subjacente as expressões “estou atrasado” e “vou correr atrás” têm sua razão de ser. Pode-se entender que a nossa mente está sendo estimulada negativamente, ainda que se acredite que se esteja sendo positivo. Seria esse mais um dos truques da nossa mente? Porque a mente, muitas vezes, nos mente, levando-nos para lugares que não queremos ir. Sendo assim, que tal preparar-se para ir para onde escolheu ir e realmente estar onde escolheu estar?

Essa é a magia das conversas que desconversam e que nos revelam uma nova visão de mundo!

Moacir Rauber

Blog: www.facetas.com.br

E-mail: [email protected]

Home: www.olhemaisumavez.com.br

Moacir Rauber

Moacir Rauber acredita que tem "MUITAS RAZÕES PARA VIVER BEM!" porque "MELANCOLIA NÃO DÁ IBOPE". Também considera que a "DISCIPLINA É A LIBERDADE" que lhe permite fazer escolhas conscientes, levando-o a viver de forma a "QUE POSSA COMPARTILHAR TUDO COM OS PAIS E QUE TENHA ORGULHO DE CONTAR PARA OS FILHOS".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *