Paraplegia da mente…

O símbolo internacional de acessibilidade é um velho conhecido de quase todo mundo. O símbolo indica que o espaço é acessível para pessoas com mobilidade reduzida, mas principalmente indica que todos serão tratados de forma igualitária com mais respeito e mais amor naquele espaço.
Entretanto, o símbolo também precisava evoluir, pois ele mostrava uma figura estática numa cadeira de rodas. Sabemos que isso já  não representa a realidade. As pessoas que usam uma cadeira de rodas ou que tenham qualquer outro tipo de deficiência locomovem-se muito mais do que muitos que continuam parados.
 
Veja agora a nova imagem desenvolvida pelos designers do Gordon College, em Massachusetts, para a cidade de Nova York. Nela vemos uma pessoa ativa e em ação. “É algo que indica movimento e se aproxima da realidade”, foram as palavras de Victor Calise, Assessor do prefeito de Nova York, um usuário de cadeira de rodas desde os 22 anos.
  
Comento que em minhas andanças por esse mundão vejo muito mais andantes que não se movem do que usuários de cadeira de rodas paralisados. Verdadeiros paraplégicos mentais!
Por isso, “é importante viver sabendo que podemos falar, sem proferir palavras; que podemos ouvir, sem escutar os sons; que podemos ver, sem as imagens; que podemos caminhar, sem mover as pernas; enfim, que podemos aprender a aprender mantendo a mente aberta e em sintonia com o mundo, percebendo as oportunidades que nos rodeiam.”
Moacir Jorge Rauber

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *