Arquivo da tag: crueldade

NATAL: faça uma viagem para um reino nada nada distante

Natal é uma data especial em que muitas pessoas aproveitam para tirar férias e viajar. Isso é maravilhoso! Porém, gostaria de destacar de que além de viajar para fora, esse é um período apropriado para fazer uma viagem para dentro e reconhecer o lugar mais incrível do mundo: o Seu Eu. Recentemente lancei o livro chamado O Reino de Logo Ali ao Lado que nos dá a impressão de que se dirige o olhar para o exterior. É só a impressão. No reino ao lado nem sempre algo ou alguém é aquilo que parece ser. Por isso, ninguém confia em ninguém. Para cada um dos habitantes do reino o outro é que é mau, invejoso, ganancioso, avarento, cruel, vingativo e desumano. Naquele reino alguém pode se apresentar de uma maneira e ser exatamente o oposto. É uma fábula que poderia acontecer ao lado, ou não…

A fábula se desenvolve no Reino de Logo Ali ao Lado onde sete habitantes com características e personalidades muito diferentes resolvem se isolar num casarão para se proteger dos demais habitantes. O problema sempre são os outros, não é? As más companhias dos meus filhos são os filhos dos outros, entretanto nos esquecemos de que as más companhias dos filhos dos outros podem ser os meus filhos. Os incompetentes são os meus colaboradores e me esqueço de que eles apenas refletem as minhas próprias competências ou a falta delas. Esquece-se de que ninguém se realiza no isolamento, portanto é importante se reconhecer como frágil e vulnerável para que se possa identificar nossa força. Inicialmente, aqueles habitantes se isolaram para se proteger, porém descobrem que não conseguem se realizar sem os outros. No seu isolamento, os habitantes do casarão procuram criar um ambiente seguro dentro de um reino caótico fazendo dele a sua fortaleza. Nele ninguém mais entra. A segurança e a abundância do casarão chamam a atenção dos demais habitantes do reino que lutam para entrar. Eles querem entrar no casarão, porém os habitantes não querem deixar que isso aconteça porque não confiam em ninguém. Até que um dia o casarão é invadido. O pior pode acontecer! Ou não… O enredo leva o leitor a uma viagem para O Reino de Logo Ali ao Lado que termina… Bom, você quer saber quem habita no Casarão? Leia a fábula O Reino de Logo Ali ao Lado (disponível em https://amzn.to/2r4nFH4 – amazon.com.br) e você vai se surpreender.

Enfim, neste período de Natal também é importante viajar para dentro de si mesmo para encontrar o melhor de cada um. Entendo que a saída é viajar para dentro de si mesmo para que cada um redescubra o valor da sua própria história. Reconhecer as próprias fragilidades e vulnerabilidades é que nos prepara para explorarmos as nossas fortalezas. Posso identificar em mim as fraquezas oriundas de comportamentos negativos como, nem sempre ser bom, a inveja, a ganância desmedida, a avareza, um nível de dureza, um desejo de vingança e até uma dose de desumanidade. É perfeitamente normal. Destaque-se que ao identificar tais fraquezas humanas é que posso exercer o meu livre arbítrio. Ao reconhecer as minhas fragilidades é que posso escolher ser bom. Posso manifestar meu desapego. Posso exibir uma ambição saudável. Posso optar pela generosidade. Posso preferir a flexibilidade. Posso desejar o bem ao próximo. E, finalmente, posso ser verdadeiramente humano, o que nos aproxima do DIVINO.

Para finalizar, pergunto: existe momento mais apropriado do que o período Natalino para fazer esta viagem? Conheça O Reino de Logo Ali ao Lado  (disponível em https://amzn.to/2r4nFH4) que não está nada nada distante.

FELIZ NATAL!

Moacir Rauber

Blog: www.facetas.com.br

E-mail: mjrauber@gmail.com

Home: www.olhemaisumavez.com.br